9 Dicas para montar seu ecommerce de sucesso

Crie um ecommerce de sucesso


Abaixo estão as primeiras dicas para diminuir os erros e abreviar o caminho para o sucesso nos negócios.


1. Escolha um bom mercado


A escolha do seu nicho de mercado é uma das primeiras decisões que precisa tomar – e uma das mais importantes. Se possível, analise os mercados mais “quentes” e tente encontrar boas oportunidades ali.


Confira alguns dos principais mercados de ecommerce do Brasil:


Eletrônicos

Eletrodomésticos

ModaCasa e Decoração

Alimentos e Bebidas

Livros

Cosméticos e Perfumaria

Autopeças

Pets

Informática

Esportes e Lazer.



Grandes mercados como esses sempre possuem boas oportunidades e demanda latente. Depois de se interessar por um nicho, comece a pesquisá-lo mais a fundo com a ajuda de grupos no Facebook, sites concorrentes e até ferramentas de palavras-chave como o gratuito Google Keyword Planner.


2. Foque na Audiência


Quer montar um ecommerce de sucesso? Então foque na audiência (e não nos produtos). Depois de mapear a sua persona, defina quais são as dores dessas pessoas e de que forma o seu negócio poderá ajudá-las. Crie conteúdos e ofertas totalmente baseados nessa lógica.


3. Escolha Produtos com boa Margem de Lucro


📷


Uma boa margem de lucro gira em torno dos 20%, mas isso depende do segmento que vai entrar. É claro que o ideal seria escolher produtos que tenham até mais que 25% de margem, o que te trará um retorno muito mais rápido. No entanto, nem sempre isso é possível, uma vez que depende do seu diferencial e dos concorrentes.


4. Valide Antes de Investir


Antes de sair por aí investindo em uma plataforma de loja virtual e grandes estoques, recomendamos que você valide o negócio. Você pode fazer isso através de um marketplace como o Mercado Livre, por exemplo. Com a ajuda também das redes sociais, diversos de nossos alunos conseguem faturar alto sem nem terem um site próprio ainda.

Isso acontece porque  fluxo de pessoas dentro destes marketplaces é gigante. Elas vão até lá porque sabem que podem encontrar o produto que buscam por um bom preço e confiam na plataforma como mediadora das transações. Quando se abre um site próprio imediatamente, além de ter que investir pesadamente em tráfego para as pessoas te conhecerem, também precisará gerar credibilidade. Esta é uma tarefa que pode levar um tempo que seria bem menor se tivesse validado o negócio num marketplace anteriormente.


… Mas quando eu sei que já estou validado?

Já está vendendo recorrentemente? Seguindo a mesma estratégia, conseguiu vender pelo menos 10 produtos num espaço curto de tempo? O seu modelo de negócio está validado. Hora de começar a reinvestir os lucros e fazer a engrenagem girar!


📷


📷


5. Encontre Bons Fornecedores


Tão importante quanto vender bem é comprar bem. Isso significa que precisará encontrar bons fornecedores, que te ajudem a trabalhar com preços competitivos no mercado. Esta é uma tarefa que demanda pesquisa e, sim, um pouco de tempo para ajustes. Uma dica é observar com quais fornecedores seus concorrentes estão trabalhando.


6. Dropshipping nacional ou internacional


Vai fazer dropshipping?

Como seria um dropshipping em marketplace?


📷


É polêmico falar sobre isso, mas o dropshipping internacional – aquele onde você compra o produto da China, por exemplo, e manda entregar na casa do seu cliente – é um negócio que beira a ilegalidade. De acordo com um estudo encomendado pelo Ecommerce na Prática e realizado por 3 escritórios de advocacia, o dropshipping feito deste modo só não pode ser enquadrado como ilegal porque não há uma lei que te impede de realizá-lo. No entanto, uma vez que não existe uma forma de legitimar o processo, ele leva o comerciante a práticas ilegais, como a sonegação de impostos, o que será um problema posteriormente.

Por outro lado, o dropshipping nacional é outra história. Você pode abrir uma empresa, importar produtos e vendê-los com nota fiscal, como fazem tantas empresas de N tamanhos diferentes. A partir do momento que você não está remetendo dinheiro para fora e fazendo as entregas sem pagar impostos em cima disso, seu negócio está dentro da lei.

Ainda assim, independente do que for escolher, uma indicação é: contrate um advogado para entender o que precisa fazer para legalizar o seu processo. Embora muitos empreendedores prefiram o caminho mais fácil e que dá dinheiro mais rápido, nem sempre este é o indicado para quem não quer ter problemas no futuro. Negócio é uma coisa muito séria e você precisa seguir regras, porque as consequências podem ser graves – e mais, podem te fazer só perder dinheiro.


7. Produza Conteúdos Relevantes


Você se lembra que nós falamos, ali no tópico 2, sobre a importância de construir e focar na sua audiência? Pois é, isso passa muito pela produção constante de conteúdos.

Seja através de posts na fanpage ou vídeos no Youtube, pessoalize a sua marca conversando com o público. Dê à sua audiência dicas e sacadas sobre o seu mercado e, em troca, os clientes passarão a confiar, admirar e comprar de você.


8. Entenda o Poder dos Anúncios


Existem diversas formas de divulgar o seu negócio gratuitamente, mas será que esse é mesmo o caminho mais inteligente?

Planeje campanhas em plataformas como Google Adwords e Facebook Ads e esteja constantemente medindo seus resultados… Não tenha medo: lembre-se de que a lógica do marketing é trazer mais dinheiro do que o que foi investido. Se isso não estiver acontecendo, algo está errado — descubra o que e reconfigure a sua rota.


9. Produza conteúdo em vídeo


📷


Hoje as redes sociais são essenciais para quem quer ter relevância na internet. Nesses espaços, o vídeo tem recebido cada vez mais atenção do que fotos e conteúdo escrito. Invista tempo e até dinheiro em produzir vídeos de qualidade para todos os produtos. Existe um site chamado Vat19.com que faz exatamente isto, embora de modo mais publicitário. De início você não precisa ir tão longe; os vídeos deles também eram mais simples lá no início. Mas dedicar um tempo para mostrar seu produto, apresentar mais do que uma foto para as pessoas… isso pode fazer muita diferença para suas vendas.

Não significa que tem que aparecer, que tem que criar um canal no Youtube, nada disso. O importante é começar.

Posts recentes

Ver tudo

Unidades de Negócio

Saiba Mais

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco

DMADERO CONCEPT DESIGN | www.dmadero.com.br | Copyright © 2019

 

Concept  Design Ind e Com LTDA. | CNPJ: 13.019.696/0001-40

Av. Presidente Vargas, 1510, Bairro Porto Blos - Campo Bom, RS

Horário de Segunda a Sexta, 08:00 - 12:00, 13:00 - 18:00

contato@dmadero.com.br | (51) 98127-0020